Covid19

Praticando a resiliência diante do desconhecido

Praticando a resiliência diante do desconhecido

Praticando a resiliência diante do desconhecido Praticando a resiliência diante do desconhecido
Chairman & CEO
Valtech Group
Sebastian Lombardo

julho 01, 2020

Focar na rápida inovação vai salvar seu negócio durante o COVID-19

Você se lembra de quando o streaming e download de músicas surgiu pela primeira vez? A indústria da música foi atingida pela abundância de pirataria digital, e músicos processaram as empresas vistas como responsáveis pelo o que eles achavam ser o fim de sua indústria. De fato, as previsões do fim da indústria musical se espalharam pouco depois do surgimento do file sharing.

Vinte anos depois, a indústria da música está bombando e o file sharing de arquivos MP3 está quase que completamente parado. O que mudou? Que processo mágico foi esse que tirou a indústria musical da ruína? A resposta está transformação digital dos negócios. 

Quando uma grande mudança é apresentada à uma indústria, há duas opções: lutar contra a mudança ou abraçá-la e encontrar a melhor maneira de seguir em frente num ambiente desconhecido e inexplorado. Isso serve para qualquer mudança, sendo ela fabricada por nós humanos (como uma nova maneira de escutar música) ou pela natureza (como uma pandemia que chega sem avisar e faz o mundo parar por um tempo).

Desconhecido. Inesperado. Primordial.

Ano passado, estávamos formulando uma chamada para uma empresa líder na indústria da beleza. A empresa estava considerando um processo de transformação ágil e global. Durante as discussões preliminares, eu perguntei para um colega da Valtech como ele definiria agilidade em poucas palavras, e ele me deu uma ótima resposta que acabou virando um mantra: “Agilidade é resiliência diante do desonhecido.”

climbing

Desconhecido. Inesperado. Primordial. Essa crise é tudo isso, e também o evento mais transformador que o mundo viveu nas últimas décadas. Como tal, requer de nós mais resiliência para que consigamos de fato sair fortalecidos dessa situação. 

Muitos problemas acontecem nas empresas quando elas tem medo do desconhecido. Quando o mercado está bom, a ideologia é de estabilidade pelo tradicionalismo: deixar as coisas rodarem sem mudar nada. Quando uma coisa nova abala as estruturas, não tem como continuar com os negócios normalmente. Ter medo de refazer e inovar em tempos de mudança é o tipo de atitude que pode afundar uma empresa.  

Mas o futuro não precisa ser tão obscuro. A transformação necessária para nos auxiliar agora e no futuro já está acontecendo. Por exemplo, as tendências vindas da China enquanto o país luta contra o COVID-19 são muito promissoras.

Social Ecommerce é uma inovação líder. Esse desenvolvimento deu às marcas a habilidade de vender produtos diretamente de redes sociaisNum mundo em que as pessoas estão presas em casa na internet e a possibilidade de vender em lojas físicas é limitada, aproveitar a situação com eficiência é a melhor opção em vez de sentar e esperar a tempestade passar.

Desde o pessoal da academia do bairro até o das baladas mais populares da cidade começaram a tirar proveito de lives nesse tempo de incertezas. Já que não é possível ir na academia e nem na balada, empresas estão levando esses serviços diretamente para a casa das pessoas. Abraçando a situação e usando as ferramentas digitais disponíveis, essas organizações conseguiram não só lidar com a realidade como fazer a realidade funcionar a seu favor. E, agora que a vida está começando a voltar ao normal para esse tipo de serviço, as empresas que inovaram durante o pico da crise vão vivenciar ainda mais crescimento. 

Na área de inovação digital, falamos muito do risco de ser deixado pra trás se você não se adapta rapidamente às mudanças. Agora, é importante pensar sobre o que significa ser deixado pra trás. Inovação é o produto de pessoas trabalhando em conjunto para fazer ideias virarem realidade e otimizar o potencial dessas ideias.

Se você esperar muito para inovar nesse momento e não for ágil em fazer mudanças, você arrisca perder seu negócio. As pessoas com as quais você conta para facilitar as transformações do seu negócio podem não estar mais presentes quando tudo isso acabar. Se você não tem um bom time de inovação, você vai ser deixado pra trás em vários aspectos.

Vamos sair dessa

Eu não quero parecer que não me importo com a seriedade da situação. Nossa primeira responsabilidade como cidadãos é proteger nossa saúde para termos um futuro pelo qual seguir em frente. Isso é mais importante que qualquer meta de qualquer empresa.

Também é verdade que, se vamos sair dessa, precisamos da nossa economia funcionando com prosperidade. Não para prosperar individualmente, mas em conjunto. Para que isso aconteça, temos que ser ágeis, e temos que estar prontos para inovar com rapidez e tomar decisões no momento certo. O COVID-19 não está atrasando o crescimento, está acelerando-o.

accelerating

Os conceitos de pagamentos contactless e tecnologias de ativação por voz estão por aqui faz um tempo. Por causa da pandemia, essas iniciativas que estavam para explodir tiveram que ser aperfeiçoadas antes do planejado. Mas isso não é ruim, e sim uma oportunidade para empresas aprenderem mais e crescerem com os desafios.

Quando a Netlix começou a fornecer serviços de streaming em vez de entregar DVDs, as pessoas imaginaram o fim completo da televisão. Mas, em vez disso, a televisão está passando por um tipo de renascimento que qualquer indústria gostaria de ter. Isso porque as empresas abraçaram o modelo da Netflix e aceitaram a transformação digital que esse modelo trouxe. Não sabemos onde iremos parar se surfarmos essa onda de mudanças agora, mas sabemos que vamos sair dessa mais fortes do que antes.

Enfrente os desafios da economia digital de hoje

Pronto para dar o primeiro passo e aumentar o seu potencial digital? Entre em contato com a Valtech hoje.
Fale conosco
Enfrente os desafios da economia digital de hoje